segunda-feira, 31 de agosto de 2009

TRiathlon em BROTAS!!







Neste fim de semana fui pra Brotas , correr um Short triathlon , fui de carro com meu amigo Leonardo , não foi uma simples viagem, teve varias ocorrências, já logo de cara tínhamos marcado pra sair no máximo 12:30h , só que o irmão dele saiu com o carro dele e conclusão saímos de SP, as 15 horas..bem atrasados, se fosse só isto ainda tava bom...mas erramos a entrada na estrada e rodamos um pouco mais ..uns 150 km.de diferença...foi terrível..a fome e cansaço..era evidente..conclusão chegamos em Brotas as 21 horas..420 km depois..procuramos um lugar para comer , comemos um pizza e fomos dormir , acordamos 6 horas da minha ..e tomamos café , qdo vimos que o pneu da Bike do Léo tava furado, e ele não tinha camera nem nada .....fomos pra prova, qdo chegamos fomos atrás de algum amigo que poderia arrumar uma camera...arrumamos logo, só que o pneu tinha comprometido..e não tinha jeito ..o jeito era arrumar uma roda..arrumamos..com um cara que ia fazer uma prova antes.. que durante a prova dele o pneu dele furou, nossa que aventura....difícil até de entender..mas tudo conspirava contra..e o Léo super nervoso e eu tentando ajeitar as coisas...minha prova ia largar ..arrumamos uma roda com outro cara.....agora chega de problemas...
Vamos pra prova..
largou um pouco atrasado..(ainda bem)
sai forte pra nadar , mas minha roupa de borracha me sufocou um pouco e a represa tava marolada ..e a bóia perto..foi terrível..bebi agua..e sufocou um pouco..
eram duas voltas..pensei que não ia dar ..mas mantive a calma e conversei comigo mesmo...e me convenci..vamos lah..e completei a natação ..com aquele gosto de que não fiz um boa natação..mas tem prova pela frente..
peguei a bike sai bem..já fui passando muita gente..e ninguém vinha junto..um percurso com boas subidas e fortes descidas também eis que passo por um cara com um bela bike que gruda na minha roda e vamos junto...pego uma descida forte onde atingi 78 km/h, e colei num cara que estava a frente e fomos revezando até o fim..passei muita gente..e sai pra correr bem..e passei dois caras...bem...só um cara me passou no final....

Conclui a prova com 1h20 em terceiro lugar..mais uma vez um podiun bacana e um troféu merecido..


sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Correr na ESTEIRA ou ASFALTO?

..o fisioterapeuta Dr. Paulo Mazaro esclarece diversas perguntas sobre correr no asfalto ou na esteira.


São respostas claras e simples, para que você compreenda melhor os dois segmentos desta modalidade. Ele explica sobre a adaptação neuromuscular, sobre os benefícios e as desvantagens de correr na esteira. Fala também sobre possíveis lesões, e ainda explica a diferença entre areia batida, gramado, esteira e asfalto.


Tudo o que você gostaria de saber entre corrida na esteira e asfalto está nesse artigo. Peguei algumas perguntas frequentes e as respondi de forma simples para que todas as pessoas pudessem entender.

1. A adaptação neuromuscular de uma pessoa que está começando a treinar corrida ocorre mais rapidamente na esteira?


Sobre a adaptação neuromuscular não temos nenhum estudo que comprove cientificamente seus benefícios de adaptação mais rápidos entre asfalto e esteira, mas no meu ponto de vista como fisioterapeuta e estudioso da área esportiva costumo idealizar o uso da esteira para quem está começando no esporte, pessoas que estão se recuperando de lesões, tem preferências por academia, faça treinamentos visando emagrecimento, não goste de correr na rua por achar inseguro ou por qualquer outro motivo que ache melhor correr na esteira.

Na esteira há um desgaste menor, é mais fácil de controlar o rítmico cardíaco, a intensidade do treinamento, temos um menor acumulo de tensão nos músculos uma vez que hoje em dia temos esteiras modernas com amortecimento que reduz o impacto em até 20% menos em comparado a outros tipos de terreno.

Na rua o esforço pode ser diminuído à medida que o indivíduo passa a dominar a biomecânica do movimento e as resistências naturais: a do atrito com o solo, a pisada transferindo a força das pernas para o vôo mantendo a aceleração, a pisada da aterrizagem e a do ar incluindo aí o vento que nunca sopra o tempo todo na mesma direção. Isso sem contar com o tempo, temperatura e umidade relativa do ar. Mesmo assim, estima-se que o impacto no asfalto seja em torno de duas a duas vezes e meia o peso corporal. Como na esteira é o chão que se movimenta o corredor é obrigado a se manter em movimento constante num ritmo determinado e sem gastar muito energia de deslocamento da massa corporal. A principal vantagem da esteira é a possibilidade do controle total do treinamento no que se refere à freqüência cardíaca, ritmo, passada e mecânica do movimento principalmente se, em frente à esteira houver um espelho. Na esteira com espelho o corredor pode facilmente corrigir a postura, o movimento dos braços e o passo. Como não existe a questão do vento, a possibilidade de aumento da temperatura corporal e desidratação são maiores assim como o aumento da freqüência cardíaca. Isso pode facilmente ser resolvido com um ventilador frontal e atenção à hidratação.A corrida na esteira promove diversos benefícios que são:



1) Amortece o impacto em torno de 10% do peso corporal.
2) O perigo de acidente é quase zero.
3) É mais fácil para corrigir a postura e o gesto esportivo.
4) É mais fácil o controle da intensidade e freqüência cardíaca desejada.
5) É uma boa opção para quem não pode ou não quer correr na rua.
6) Para quem está se recuperando de lesões é um estágio quase obrigatório.
7) Quase todos os tipos de treinos de corrida (intervalado, fartleck tiros médios, corrida em ladeira, longão e etc.) podem ser feitos na esteira.
8) O convívio social pode ser melhor porque todos estão no mesmo lugar com velocidades diferentes.
9) As boas academias possuem esteiras poderosas que custam mais de R$ 10.000,00 e o preço da mensalidade não aumenta por causa disso.
10) É mais seguro por estar longe da poluição, trânsito e violência urbana.


Desvantagens:


1) Pode ser monótono.
2) A possibilidade de perda de líquidos é maior se o local não for bem arejado.
3) Não dá para simular corrida em declive e nem totalmente plano porque todas têm uma leve inclinação para facilitar o funcionamento do motor.
4) Requer deslocamento e/ou despesas. Na academia tem que ir lá e pagar, em casa tem que comprar uma.
5) As caseiras muito baratas quebram logo, por isso as melhores precisam justificar o uso. Se usar pouco não compensa.
6) Pode viciar e diminuir os reflexos próprios da corrida de rua.
7) Em casa, usando ou não, precisa fazer manutenção periódica.
8) Em casa se não usar vira um trambolho ocupando espaço.


2. Na esteira os movimentos biomecânicos da corrida são os mesmos durante o treino inteiro e esse esforço repetitivo pode causar lesões. Mas ao mesmo tempo ela absorve mais o impacto, o que diminui o risco de se machucar. Então é indicado ou não correr na esteira?


Sobre os movimentos repetitivos não aumenta a probabilidade de riscos de leões, pois na esteira temos uma tecnologia desenvolvida justamente para diminuir o risco de lesões. O que ocorre com muita freqüência é o INDIVIDUO exagerar na intensidade do treino, carga e tempo.

Agora eu não aconselho ninguém a desenvolver somente treinos em esteira, mas sim ser um coadjuvante no treinamento. Pois temos um sistema em nosso corpo chamado de sistema proprioceptivo que inclui, basicamente: receptores sensoriais que detectam e sinalizam as deformações mecânicas do solo e é regulado automaticamente pelos tendões e nos tecidos musculares e conjuntivos tudo através de regulação que os tendões inseridos próximos as articulações proporcionam; como na esteira não temos diferença de solo acabamos não desenvolvendo este sistema e quando optamos em correr no asfalto geralmente em competições ou numa simples corrida na praia ou no asfalto pode sim causar lesões ao individuo por não ter esse importante sistema desenvolvido (treinado) que só ocorre quando treinamos em terrenos irregulares (asfalto, areia fofa e dura, gramado e etc). Por isso o ideal para evitar lesões e se precaver é treinar em vários tipos de terreno.

3. Por amortecer mais o impacto, correr na esteira não estimula tanto o sistema ósteo-mio-articular, quanto uma corrida em pisos mais rígidos provocaria. Isso pode ocasionar lesões na hora que a pessoa deixar de correr na esteira e for pra rua?

Com certeza!!! Se a pessoa não fizer um trabalho proprioceptivo juntamente com o treinamento na esteira ela poderá sim sofrer de lesões ao mudar de terreno. Isso acontece com muita freqüência quando o individuo que só treina em esteiras acaba participando de alguma competição ou treino ao ar livre. Como seu sistema ósteo-mio-articular não está treinado ele pode facilmente torcer o pé ou sofrer um desgaste miotensivo muito maior e com certeza ele estará mais propenso a desenvolver uma lesão musculoesquelética uma vez que o acumulo de tensão nesses tipos de pessoas que só treinam em esteira é muito maior ao entrar em contato com outro tipo de solo.

4. Das opções de corrida: areia batida, asfalto, gramado e esteira. Qual é o mais indicado?


Um treinamento sério voltado a competições requer uma combinação de todos os tipos de terrenos e eu incluiria ainda ai nessa lista a área fofa e variações de subidas e decidas.

Logicamente que cada tipo de terreno requer um cuidado especial com o tipo de calçado e treinamento.

Quanto mais fofo o terreno requer uma menor intensidade e volume, pois o desgaste é maior e o sistema proprioceptivo e mais solicitado.

Na esteira, por exemplo:


É ideal para treinamentos intervalados onde a velocidade nos tiros pode chegar até 25 km por hora facilmente em atletas de alto rendimento no qual pelo seu sistema de amortecimento ocorre um menor desgaste articular e músculo esquelético do que esse treino fosse realizado em outro tipo de terreno. E outro tipo de treino muito utilizado na esteira também é time train (contra o relógio) que na esteira pode ser facilmente controlado o ritmo; geralmente o atleta começa com uma velocidade media e vai aumentando a cada 5 ou 10 min ("05" meio km horário) até chegar ao seu máximo de performance.

No asfalto, gramado ou área batida é ideal para treinamentos que requer um tempo maior chamado de treinos longos. Acima de 45min. Às vezes podendo chegar até 2 ou 3 horas facilmente. Esses tipos de terrenos são mais indicados para treinos longos, pois o tempo parece passar mais rápido uma vez que o individuo está trocando de paisagens a todo tempo e isso vai distraindo-o de forma que tenham a essa impressão alem de ocorre também uma menor desidratação e uma diminuição da temperatura corporal em relação ao treinamento na esteira facilitando assim o individuo a permanecer por mais tempo desenvolvendo a corrida.

No geral temos que saber dosar os treinos e quantificar o melhor terreno para determinado treino. Logicamente quanto mais variados forem os tipos de solo e os tipos de treinamento melhor. Pois o corpo tem por habito economizar energia se acostumando e se adaptando ao treinamento e acaba se acomodando fazendo com que o sistema proprioceptivo não seja exigido e com isso vai perdendo totalmente o reflexo miotatico que é responsável de evitar uma torção da articulação.

terça-feira, 25 de agosto de 2009

A Bike

....olha que show de bike, impressionante, na minha opinião...o produto mais bem desenhado em materia de bicicleta timetrail..parece um foguete pronto para ser lançado..

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Corrida de Montanha







Sábado as 14 horas fui participar de uma etapa de corrida de montanha, em Atibaia, de principio achava que seria uma prova pra treino e até ligeiramente fácil, pois venho treinando sem surpresas e meu condicionamento físico estava ótimo, visto um dia antes na sexta nadei 4.550 metros com series e terminei muito bem, mas voltando a Atibaia, para começar tomei um shake de proteínas antes da largada, uns 30 minutos antes, pensava que ia me ajudar, mas complicou minha prova ...larguei bem com meu GPS, marcando meu pulso..na casa do 160 bpm.. no primeiro km, corri bem passei com 4min18 seg...(estou aprimorando meu uso com o gps novo) dai começou a apertar as primeiras subidas, e ai vieram os obstáculos..a prova tinha umas escaladas com desníveis...complicados. Não era primeira vez que participava de uma prova assim, mas não sou especialista , pois a ultima vez que participei faz uns 2 anos, tudo bem...cheguei no 7 km o ponto mais alto, na Pedra Grande, realmente muito cansado e até comprometido fisicamente, com dores e cambras, faltava ainda 5 km, ai começa as descidas na terra batida , aliviou um pouco, meu estômago queimava pela proteína, minhas pernas estavam pesadas.., aprendi algumas lições....
_não tomar proteína muito próximo a largada ,
- não usar ténis muito folgado em trilhas,
_nunca pensar que uma corrida de montanha vai ser fácil,
_Treinar umas ladeiras..


Dados do GPS
Distancia real percorrida:11.78km (12 km)
velocidade media:7.56km/h
velocidade maxima:18.6 km/h
tempo total de prova 1h 33 min 32 seg,
pulso medio:170 bpm
pulso maximo:186 bpm
calorias gastas:1136 kcal
veja o mapa do percurso.




sexta-feira, 21 de agosto de 2009

GPS GARMIN

Ola!! acabei de adquirir um GPS.(Garmim 405 cx.).este ai debaixo, vai ser muito util para meus treinos e com certeza vou fazer um bom uso..

A Garmin

A Garmin é uma empresa de ponta, líder de mercado em seu segmento e reconhecida em todo o mundo pela alta qualidade de seus produtos, cuja especialidade é a produção de aparelhos de GPS. Produz e comercializa alguns modelos interessantes para aviões, navios, automóveis, celulares e esportistas, tendo a sua evolução os levado a idealizar e fabricar este relógio moderno, compacto e completo para atletas, com monitor de GPS integrado.

Amanha vou correr com ele uma corrida de montanha em Atibaia, vão ser 12 km..com muita subida e lama..pois vai ser na trilha..e tá chuvendo demais estes ultimos 2 dias..

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Aguas abertas em Bertioga

Fernando, Barbam  e Eu

No domingo fiquei na casa do Fernandinho no guaruja , e após uma noite bem dormida depois do aquathlon do sabado, acordamos cedo e fomos pedalando do Guaruja a Bertioga , pedalamos 52 km e depois participamos de uma prova de aguas abertas onde nadei 1 km , nadei no bolo, mais para treino do que para competir, em uma prova desorganizada e chata, onde o locutor só enchia o saco, e nem se preocupava em fazer comentários decentes e organizados, não valeu a pena , participar, mas como treino , foi bom,,,,voltei pedalando, já as três horas da tarde, mais 52 km..... na volta voltou eu o Fernando e o Ricardo..(que sofreu muito pois esta destreinado pra pedalar).Chegamos no Guaruja as 16 horas mortos de fome, e cansados.
Saimos do Guaruja as 18 horas e peguei um transito pra voltar que cheguei muito tarde em casa..hoje eu so quero descansar pra recuperar..



Final de semana no litoral


Este final de semana foi bastante corrido, nadado,pedalado, fui pra Bertioga no sabado participar do Campeonato Paulista de Aquathlon com as distancias, correr 2,5 km cair no mar e nadar 750 metros e depois correr mais 2,5 km...foi tranquilo , administrei bem a primeira corrida não forcei e deixei a prova pra nadar bem e depois correr bem, e assim foi..corri pra 10 minutos e pouco nadei pra 14 com transições e corri pra 9 ..no final..foi otimo..fiquei em terceiro..5 segundos atrás do segundo,,foi muito bom.....




segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Campeonato de Aquathlon

este final de semana vou participar do Campeonato Paulista de Aquathlon em BERTIOGA.


Ontem fui pra Praia grande e corri uns 23 km..tranquilo...tava um clima muito bom pra correr; no sábado fiz uma transição de bike e corrida na Base...pedalei 20 km e corri 6...com um Sol forte na corrida..

agora vou nadar ...e quero correr ainda hoje

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Hoje vou descansar!!


...não vou treinar hoje, vou descansar..venho treinando bem..mas vou melhorar descansar , ainda mais porque quero treinar bem o fim de semana, escutar o corpo é importante, já ouvi uma frase assim :
as vezes o mais é menos e as outras o menos é mais...
o treino tem que ser ponderado , é muito bom treinar e ver a evolução, mas é importante saber que somos humanos e não maquinas, preciso deste descanso ..
agora vou trabalhar ...um grande dia a todos..

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

hoje de manha.


Novamente acordei inspirado e sair para corre a mesma distancia que corri na sexta, 22 km...o mesmo percurso..hoje comecei um pouco mais tranquilo e corri mais forte lá no parque, foi terrível no final...a energia foi acabando mas completei, venho mantendo uma boa regularidade de treino, veja:
30 quinta: corrida com tiros curtos
31 sexta : corrida longa (22 km) e natação(4 km)
1 sábado :pedal (50 km)
2 Domingo: corrida na usp (8 km)
3 segunda: natação(3,500km)
4 Terça: corrida( 9 km)
5 quarta: corri (22km)natação ainda vai acontecer..

estou bem..vou fazer um Aquathlon em Bertioga dia 15 e um triathlon em Brotas dia 30





terça-feira, 4 de agosto de 2009

o importante e ter amigos.

Hoje treinei corrida no parque do trote de manha corri com meu amigo ROGÉRIO PARRA, foi um treino um tanto REGENERATIVO(9 km.+/-), corri domingo as 10 milhas, fiz revezamento com meu amigo Mineiro lá da TRIEX, corri pra 37´as 5 milhas, estou melhorando minha corrida, e ontem nadei na AMC com meu amigo fernandinho , nadamos bem..foi um treino puxado..com bastante tiros de intensidade , terminei muito cansado..mas foi bom..acordei hoje ainda um pouco cansado...

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

video
Video das crianças em um animado encontro, propaganda da aguas Evian!!
vale a pena assistir..

sábado, 1 de agosto de 2009


Hoje trabalhei de manha fui dar treino para uns alunos no Parque do trote, depois sai pra pedalar com meu amigo Fernandinho , pegamos a estrada...rodamos 50 km entre Dutra , aeroporto de cumbica e Trabalhadores, foi em ritmo moderado media de 30,5 km/h foi um bom treino,,,,sem novidades...só um cara que quase atropelou uma Moto...o cara freou forte....do Palio....

agora vou trabalhar mais um pouco amanha tem 10 milhas da Mizuno na USP....vou buscar o kit na Velocita .


esta foto do amigo Fernandinho na USP em 2008